A importância do sono para a prática desportiva

Fala Professor!

Você já ouviu falar, com certeza, da necessidade que o ser humano tem em relação à reposição de energia e isso é simplesmente óbvio. O cansaço após horas de atividade, sejam estas do cotidiano ou desportivas, empurra-nos para o descanso e isso é inevitável.

Pesquisa feita nos Estados Unidos, tempos atrás, com um grupo de jovens em um recinto, colocados ali para medir sua resistência ao sono, revelou que um ser humano que permanece durante cinco dias sem dormir, ao final da experiência, não saberá nem mesmo quem ele é, em função da sobrecarga de informações diárias a que ficamos expostos, tanto fisicamente quanto mentalmente. Isso ficou confirmado, pois o jovem que conseguiu ficar acordado até o quinto dia, não lembrava o próprio nome.

Pensando nisso, devido principalmente ao advento das NOVAS TECNOLOGIAS, computadores, CELULARES, entre outras e, até mesmo, à velocidade e agitação da vida moderna, que parecem ter desviado a atenção das pessoas quanto aos perigos associados à negligência e desrespeito às horas de sono, lembramos, a seguir, alguns benefícios que recebem aqueles que preferem não infringir as leis da natureza e optam pela qualidade de vida, diga-se de passagem, em EQUILÍBRIO.

Benefícios gerais para quem investe em sono:

  • Maior fortaleza do corpo e do sistema imunitário que o protege contra doenças pequenas e grandes que podem prejudicar o nosso desempenho desportivo.
  • A oxigenação das nossas células é favorecida porque durante o sono a respiração é mais pausada e profunda.
  • Reparação e recuperação: depois de exercícios longos e/ou intensos, o corpo é sábio e otimiza as horas de sono (ou seja, entra mais nos estágios de maior descanso). Depois de grandes esforços devemos estar especialmente atentos em dar ao corpo muitas horas de sono, que ele se encarregará de as converter em qualidade.
  • Contra a obesidade: segundo um estudo da Universidade de Washington, dormir demasiado aumenta o índice de massa corporal 0,2, enquanto não dormir o suficiente sobe-o até 1,4, fomentando assim o excesso de peso.
  • Sobretudo, durante a segunda metade da noite, a técnica adquirida no treino solidifica-se na mente.
  • A perda de sono implica uma falta de coordenação, reflexos e agilidade, o que nos torna mais propensos a sofrer lesões.
  • Segundo a revista British Medical Journal, dormir bem torna-nos mais atrativos e saudáveis. Isto terá um efeito indireto positivo para muitos desportistas em relação à melhoria da sua saúde e a sua autoestima podem repercutir de forma favorável nos seus esforços no treino.

Diante disso, fica a dica para nossos atletas, pais, colaboradores e simpatizantes…

“Assim como um dia bem aproveitado proporciona um bom sono, uma vida bem vivida proporciona uma boa morte.”

Leonardo da Vinci

Prof. Jakson Luiz Collaço

CREF/SC nº 014460

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 pensamentos em “A importância do sono para a prática desportiva”